​Plataforma da Encomenda online até ao final do mês

— 11.02.2016


Foi ontem apresentada preliminarmente aos membros da Ordem dos Arquitectos a Plataforma da Encomenda que vai estar online até ao final do corrente mês. Concebida para funcionar como um elo de ligação entre clientes e arquitectos, a Plataforma tem agregado um Directório onde os arquitectos podem disponibilizar os seus trabalhos para potenciais clientes. Presente para apresentar alguns dos projectos, o arquitecto Manuel Mateus tornou-se o subscritor nº 1 da Plataforma.

A Plataforma da Encomenda – um dos segmentos do Programa escolha-arquitectura que vai ser lançado no próximo dia 8 de Março – viu ontem a luz do dia, ainda que a título provisório, numa demonstração para membros e promotores que encheu o Auditório da OA.

O objectivo da apresentação era dar a conhecer uma ferramenta digital que foi concebida para funcionar como “um elo de ligação entre arquitectos e clientes em torno desta figura de charneira da arquitectura que é o concurso”, referiu o arquitecto João Costa Ribeiro, vogal da OASRS. E acrescentou: “As plataformas electrónicas de contratação pública, apesar de disseminadas, ajudam a compreender o que não está a ser feito, que são concursos de concepção. Queremos celebrar o concurso de concepção e demonstrar que para certas obras, esta é uma forma de encomenda que resulta”.

O dia de ontem marcou assim o arranque de um processo que “precisa dos membros para funcionar”, referiu o arquitecto Paulo Borralho. Lançando um apelo aos arquitectos para que “se inscrevam” na Plataforma, o vice-presidente da OASRS explicou que o registo é fundamental para atestar a idoneidade das pessoas que submetem e participam em concursos, apesar de estes correrem de forma anónima; e porque, alocado à Plataforma, está um Directório que se dirige para a sociedade em geral.

Na Plataforma da Encomenda, que está orientada para os dois públicos que serve – os arquitectos e os promotores – existe uma área de registo que, no caso dos promotores, oferece um tutorial sobre o que é um concurso, a quem se destina, quando custa, etc, com informação que pode ser descarregada. O objectivo é que, através deste interface, seja possível aos promotores interessados sujeitar uma espécie de intenção prévia que será analisada pelo serviço de concursos da OASRS.

Aos arquitectos inscritos no Directório – que permite a apresentação de um portfolio de até cinco projectos – vai ser possível participar nos concursos disponibilizados pela Plataforma em nome pessoal ou em associação. O Directório, que será pesquisável, estará aberto a arquitectos estrangeiros.

A Plataforma disponibilizará ainda uma secção de notícias sobre concursos nacionais e internacionais, bem como um mapa interactivo que dá conta dos concursos em curso. Estará ainda disponível uma zona de perguntas frequentes.

A Plataforma da Encomenda vai estar online em breve com o segundo dos concursos temáticos lançados no âmbito do Programa escolha-arquitectura designado “Cidade Pós-Catástrofe” e que resulta de uma parceria entre a OASRS e a AML.

No dia 8 de Março será ainda apresentado o Simulador de Custo de Obra - uma nova ferramenta digital concebida para agilizar o trabalho de arquitectos e clientes.