Biblioteca (balanço 2014-16)

— 12.01.2017

Entre 2014 e 2016 abrimos o espaço da Biblioteca não só aos seus leitores habituais como a toda a comunidade, alargámos o espólio bibliográfico, complementámos algumas colecções de revistas, colaborámos com diversas universidades e projectos de investigação e participámos no desenvolvimento do Centro de Documentação criado pela SRS.

Durante este período, a Biblioteca Keil do Amaral manteve o seu regular funcionamento de atendimento presencial de mais de 3000 leitores e respondeu por correio electrónico a cerca de 600 pedidos de membros da OA.

Adicionaram-se ao Koha (Catálogo Bibliográfico online) 3165 novos registos, tendo-se ainda interligado a Biblioteca Digital ao Catálogo, de forma a proporcionar aos leitores o acesso imediato aos textos das publicações a partir da pesquisa bibliográfica.

Com a intenção de difundir a cultura arquitectónica nacional, criaram-se na página da Biblioteca Digital, três Dossiês Temáticos – SAAL (Set. 2014), Revistas de Arquitectura (Fev. 2015) e Concursos (Out. 2016), que disponibilizaram online, de forma sistematizada, textos, artigos, sinopses, entrevistas e bibliografia especializada.

Promovemos em parceria com outras entidades, diversas actividades, nomeadamente seis conversas realizadas de Fevereiro a Maio de 2015 no âmbito do “Lugar do Discurso” - projecto de investigação do Instituto de História de Arte da UNL e ISCTE – Dinâmia; acolheu uma mostra de livros de Arquitectura em Terra, organizada pela Associação Centro da Terra; recebeu quatro Conversas do Silêncio, no âmbito do Festival do Silêncio, edições de 2015 e 2016; realizou uma parceria com o projecto de investigação “A Igreja Católica e a cidade moderna: a experiência das Igrejas Salão no Patriarcado de Lisboa 1965-1985” do Centro de Estudos de História Religiosa da Universidade Católica Portuguesa.

O acervo documental foi ampliado graças à doação de 558 livros, por membros da OA entre os quais se destacam os arquitectos António Mattos Gomes, Victor Consiglieri e Mário Varandas Monteiro.

Pela frente ficam alguns desafios, nomeadamente, continuar a dar resposta e a apoiar novos projectos de investigação, continuar a desenvolver a pesquisa em curso sobre os espólios e acervos dos arquitectos, no âmbito do projeto do Centro de Documentação, e melhorar as condições de conservação e preservação do seu acervo.


Estes os números de 2016:

Leitores – 961 (233 Membros da O.A. - 728 estudantes / investigadores)

Livros oferecidos – Total 109

Periódicos novos – 140 oferecidos

Empréstimos de publicações – 82 publicações emprestadas a 44 leitores

Catálogo bibliográfico online – 1158 novos registos foram carregados