Escolha-Arquitectura (balanço 2014-16)

— 11.01.2017

Escolha–Arquitectura, o programa lançado pela Secção Regional Sul em 2016 para que a arquitectura cumpra a função de estar ao serviço de todos e para que o processo de concurso se democratize, é agora uma plataforma agregadora de informações diversificadas.
Em primeiro lugar, clientes podem procurar numa base de dados os arquitectos que lhes possam convir, em função do seu perfil ou em função do projecto que têm em ente (directório de arquitectos).
Em segundo lugar, clientes e arquitectos podem convergir no cálculo estimado do custo de uma obra em função das variáveis em ter conta (simulador de custo de obra).
Em terceiro lugar, tinha sido já criada uma plataforma digital do serviço de concursos da Secção Regional Sul, que congrega a informação sobre concursos nacionais e internacionais, recebendo documentos e pedidos de esclarecimento sobre os processos de concurso, promovendo ou preparando concursos (sete promovidos, três em preparação) e 35 monitorizados e pondo à disposição todas as condições para o lançamento de concursos (plataforma de encomenda).
Em quarto lugar, para testemunhar formas eficazes de estabelecer uma relação entre arquitectos e clientes, contam-se seis histórias desses encontros (boas práticas).
Em quinto lugar, a Secção Regional Sul promoveu uma reflexão aprofundada sobre os procedimentos concursais, que culminou na exposição Arquitectura em concurso: percurso crítico pela modernidade portuguesa, com curadoria de Luís Santiago Baptista (Março a Maio de 2016) e no livro sobre essa reflexão, com o mesmo título. Um total de 3 138 pessoas visitaram a Exposição na Garagem Sul, tendo-se registado 438 participantes em oficinas desenvolvidas no âmbito da mostra. As visitas orientadas pelos críticos foram acompanhadas por 72 pessoas e as visitas guiadas gerais mereceram a atenção de 394 pessoas.